Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

Questões importantes #15

A minha questão é: por que é que comunicamos tão mal? Começo a achar que nunca passei a idade dos porquês, por isso continuo a acreditar que a forma mais simples, mais crua, mais directa de comunicar é colocar uma pergunta e obter uma resposta. «Quem não compreende um olhar, tampouco compreenderá uma longa explicação». Poupem-me! Somos temerosos para interrogar, somos preguiçosos para explicar. «Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas.» É bonito, filosófico, mas não. Neste caso não!

 

A - O convite está feito. Aparece se quiseres.

(...)

B - Ontem fiquei à espera que me disseste mais alguma coisa.

 

Como assim? Eu sempre aprendi que se nos deparamos com uma tableta a dizer que a direcção é em frente, continuamos em frente até aparecer uma nova tableta que diga o contrário. Por que raio é que em Comunicação Interpessoal haveria de ser diferente? Se o convite está feito, temos de relembrar o convite até a pessoa aparecer? Não. Ou a pessoa vai ou não vai. Ou diz que vai e vai. Ou diz que vai e depois avisa que afinal não pode ou não quer ir. Como raio temos a coragem de atirar as culpas para cima da pessoa que nos fez o convite se fomos nós que não aparecemos, não avisámos, não nada?

 

 

A - Mas vens ou não?

B - Eu já vos digo alguma coisa.

A - Não, dizes agora porque nós estamos à espera há duas horas e devemos ir para outro sítio.

B - Então é melhor dizer já que não vou.

 

Ponto. Aleluia! Sim é sim. Não é não. Não se criam ilusões, não se estragam planos, não se espera, não se desespera. Roger that! Copy that!

 

Se existe um sim e um não, não entendo porque usamos tantas vezes um talvez. Se existem tantos meios de comunicação, não entendo porque não os usamos. Se existem tantas formas de expressão, não entendo porque falhamos tanto em comunicação.

 

Beijinhos, La Bohemie.