Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Bohemie

Quem tudo quer, tudo perde.

Apesar de ter feito desporto de competição durante toda a minha infância e adolescência, apesar de ter aprendido o quão importante é ter espírito desportivo e é essencial nunca perder o espírito de equipa, eu... eu tenho muito mau perder. Senhores, se tenho! Posso até não ganhar, mas não suporto perder. Perder é dar razão ao meu pai. Perder é recordar toda uma vida de «Tenho vergonha de ti». Perder é lembrar o tal «Não admito que um filho meu perca». Perder é ainda sofrer com o hediondo «Te tiraste 19,9 valores, podias ter tirado um 20, sua burra!». Perder não é aceitar o outro como melhor, é assumir que sou um traste. Perder é recordar anos e anos a ser rebaixada, humilhada e ridicularizada por um pai que nunca acreditou em mim. E por não suportar a ideia de que seria uma lontra ignorante toda a vida, comecei a fazer batota. Eu fazia batota em todos os jogos com os meus irmãos: aldrabava os dados, escondia cartas, roubava notas do Monopólio, mudava pinos, escondia peças, inventava regras. Tudo servia de pretexto para aldrabar, tudo era aceitável se fizesse de mim vencedora. Ainda hoje me recordam o lindo Verão em que atirei com o Monopólio ao ar por estar a perder e fechei-me no quarto a ouvir Britney Spears aos berros. Ainda hoje me lembram a quantidade de vezes que encontraram cartas de jogos escondidas nos sofás. Hoje em dia já não consigo enganar ninguém, nem a mim mesma.

Há pouco tempo desafiaram-me para um Quiz online. Perdi. Uma vez. Duas vezes. Mesmo antes de desinstalar a porcaria do jogo viciado, decidi começar a ganhar. Quando dei por mim, estava a jogar com amigos, com a minha irmã e com o namorado dela. Uma luta desenfreada. Uns palavrões aqui, outros «Que burra!» acolá. Se perdia um jogo, tinha de ganhar o outro. Se pedia dois jogos, amuava. Se ganhava... ninguém acreditava. «Deves ter feito aí uma batota qualquer». Estupores!!! Não dá para fazer batota no quiz, seus sonsos. 

 

jogo1.jpg

Screenshot_2015-02-18-13-33-01.jpg

 

 

 

 

jogo3.jpg

 

 

Beijinhos, La Bohemie. 

 

 

1 comentário

comentar post