Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

O sentido certo.

Estórias. Um jornalista vive de estórias. As que ouve, as que vive e as que escreve. São muitas essas estórias que fazem História, são muitas essas estórias que fazem de nós um bom ou mau jornalista. O compromisso para com os factos e a sua veracidade tem de ser rigoroso e honesto, verdadeiro. Não sei se sou boa ou má jornalista, mas tenho a certeza de que sou verdadeira. Sou uma eterna apaixonada pela escrita e amo o que faço. Quando me perguntam «Tens tempo para escrever...?», «Queres fazer reportagem de...?», «Podes fazer uma entrevista a...?» eu não tenho espaço para nãos. Eu quero, eu vou, eu faço. Não tenho tempo para não ter tempo, porque eu amo mesmo o que faço. Escrever. Sei que o caminho ainda é longo, mas acredito que tenho caminhado no sentido certo. Não faço planos, não consigo idealizar a minha vida daqui a cinco ou dez anos. Não o quero fazer. Prefiro explorar a paisagem da viagem sem saber o que há na outra margem. Tenho a certeza de que encontre o que encontrar, terei sempre estórias para partilhar. 

Quando disse ao meu pai que queria ser actriz e jornalista disse-me que era burra e pobre a dobrar. Hoje tenho a certeza de que o que ele tem em dinheiro, eu tenho em felicidade. E orgulho. Porque sei que estou a caminhar no sentido certo. Até amanhã, Rock in Rio.

 

 

 

Beijinhos, La Bohemie.