Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

MUDE - exposições temporárias.

De Matrix a Bela Adormecida

 

De Matrix a Bela Adormecida dá a conhecer o trabalho de António Lagarto como figurinista, apresentando uma selecção de quase 300 peças (vestuário, adereços de cabeça, jóias e sapatos) que foram vestidas por alguns dos mais importantes atores, actrizes e bailarinos para corporalizarem várias figuras do universo dramatúrgico nacional e internacional. Para uma plena visualização do universo estético de António Lagarto e do modo como trabalha espaço, matéria, corpo e luz, a curadoria e o design expositivo são também assinados por si.

 

 

IMG_20150206_171341.jpg

IMG_20150206_171411.jpg

IMG_20150206_171449.jpg

IMG_20150206_171507.jpg

IMG_20150206_171718.jpg

IMG_20150206_171827.jpg

IMG_20150206_172039.jpg

IMG_20150206_172323.jpg

IMG_20150206_172134.jpg

IMG_20150206_172304.jpg

 

Nesta primeira incursão pelo universo do teatro e da dança, sublinha-se a importância do figurino na caracterização de cada personagem e no espectáculo final. No espaço expositivo, sem o corpo que lhe dá vida e movimento, e longe do cenário com o qual dialoga e interage, cada figurino passa pela “prova de fogo” de ser avaliado exclusivamente pela qualidade dos materiais, corte e confecção. No caso dos figurinos de António Lagarto, evidencia-se a grande visualidade de cada proposta, a mestria do corte, a esmerada e requintada escolha dos materiais e uma obsessiva busca pela perfeição. Cada peça é ainda exemplar do seu vasto universo de referências, em particular da pintura e da história de arte, e da coerência e consistência do seu trabalho.

 

Como se pronuncia design em português?

 

IMG_20150206_165521.jpg

IMG_20150206_170746.jpg

IMG_20150206_170405.jpg

IMG_20150206_170610.jpg

 

A exposição Como se pronuncia design em português? nasce e mantém-se como uma interrogação. O título faz também alusão aos diferentes modos de pronunciar o termo design na língua portuguesa, e ao que isso revela da sua origem, tradução, história e significados. Pretendemos compreender como as circunstâncias geográficas de Portugal, a herança histórica, a cultura, as tradições e a consciência coletiva influenciaram e/ou se refletiram no pensamento e na obra de cada autor. Procurámos também conhecer o modo como os conceitos de lugar, pertença, identidade e memória têm vindo a ser trabalhados ao nível do design, avaliando a eventual existência de valores e características em comum. Para tal, olhámos para o design de produto desenhado e produzido por autores nacionais durante os últimos sessenta anos, dando maior incidência para o período compreendido entre 1980 e 2014.

 

Por detrás das Sombras

 

IMG_20150206_172830.jpg

IMG_20150206_173003.jpg

IMG_20150206_173118.jpg

IMG_20150206_173257.jpg

 

Até 25 janeiro de 2015, o MUDE apresentou “POR DETRÁS DAS SOMBRAS”, uma exposição que evoca um dos acessórios de moda que maior transformação sofreu ao longo dos tempos. Em exibição estiveram centenas de peças vintage da Colecção André Ópticas, assim como as edições especiais de óculos MODALISBOA e MUDE, igualmente produzidos pela André Ópticas. Apesar da exposição se centrar na contemporaneidade, existem recuos históricos importantes, nomeadamente exemplares do século XVII. O objectivo é mostrar ao grande público a evolução que os óculos foram tendo ao longo dos anos, as suas grandes transformações quanto à forma, cor, material e tecnologia aplicada, bem como o modo como concorreram ao longo dos tempos para a definição dos diferentes estilos e linguagens, sendo eles próprios atores e veículos de diferentes perspectivas da cultura material. 


 

 

 

Rua Augusta Nº24
218 886 117 / 218 171 892

Terça a Domingo / 10h-18h
Encerra 2ª feira
Entrada Livre

 

Beijinhos, La Bohemie.