Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

Amorino.

Pudesse e alimentava-me de gelado todos os dias. Gelados e chocolates são os meus pecados diários. Sim, diários. Não há um único dia que não deite abaixo um chocolate ou um gelado à tarde ou depois do jantar. Eu bem tento resistir à tentação, mas nada a fazer. «Feliz é aquele que come e não engorda», penso. E depois é a desgraça completa.

Na sexta-feira, depois de jantarmos no Chinês Clandestino, lá me desafiaram a ir comer um gelado. Olhámos para a Santini, cheia como sempre, e pensei «Estes tipos parecem os Pastéis de Belém, têm sempre fila só por causa de um gelado» e sugeri ir ao Amorino. As filas não variam muito, verdade seja dita, mas eu acho-os melhores e delicio-me sempre com o pormenor de substiruirem a bola de gelado por uma flor. Gelados em forma de flores! Pedi o cone mais pequeno que custa 3,50 euros e escolhi apenas um sabor, o Amorena. As ginjas são agradavelmente aciduladas, replectas de sumo e o seu sabor oferece notas que aliam o café aos frutos vermelhos açucarados. O André pediu ainda o sabor Manga Afonso da Índia, macia, cremosa e inebriante.

A Amorino nasceu em 2002 e foi criada por dois amigos de infância, Cristiano Sereni e Paolo Benassi. Neste momento já conta com mais de 80 lojas em dez países. Existem duas lojas em Lisboa e pretendem abrir ainda no Algarve, Cascais e Porto.  Num espaço rústico e romântico, a decoração distingue-se pela utilização de tons quentes e a parede em pedra e todos os objectos decorativos remetem-nos para os edifícios antigos da bella Itália. Todos os meses é eleito o sabor do mês e vale muito a pena experimentar.

 

 

 

 

Informações:

 

Morada: Rua Augusta 209 1100-051 Lisboa
Telefone: 211931983

 

Morada: Rua Garrett 49 1100-203 Lisboa
Telefone: 211913208

 

 

Beijinhos, La Bohemie.