Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Bohemie

Corpo são e mente sã.

Eu juro que tento ter uma alimentação saudável e equilibrada, a sério que sim. Sei quais são os alimentos que me fazem bem e os que devo evitar o máximo de vezes possíveis. Sei todas aquelas regras das refeições de duas em duas horas em pequenas percentagens, sei que a fruta deve ser ingerida juntamente com um qualquer tipo de farináceo para que o sangue não absorva a totalidade do açúcar e também sei que devo apostar mais em leguminosas e evitar os hidratos de carbono. Eu sei tudo isso e pela minha saudinha eu bem que compro alimentos integrais, frutas e legumes, lacticínios magros e bla bla bla que eu quero é manter o meu corpo são e a mente sã. E explicar isso à minha irmã? E explicar-lhe que, apesar de tentar manter os meus 45 quilos, não resisto em fazer-lhe o lombo assado com queijo e bacon, os brunch que ela tanto gosta a meio da tarde, os petiscos e lanchinhos que ela tanto venera? Mas o problema não é só dela, é meu também, que não resisto em encher a casa de comida sempre que há jantarada, não resisto em preparar crepes com chocolate para os lanches com a malta, não resisto em passar horas na cozinha a magicar pratos só porque gosto. E depois vai-se a ver e, afinal, a culpa é da balança que está avariada, que pifou de vez e quer enganar-me quando assinala dois quilos a mais e é um drama sem fim, mergulhado em iogurtes magros e rebentos de soja, fulminados por longas horas de meditação e tortura psicológica - que eu não sou menina de passar horas a correr. Sempre tive o problema de gostar muito mais de cozinhar do que comer, de servir os amigos e ficar ansiosa pela aprovação (ou não), sempre tive muito mais jeitinho para cozinhar do que provar, sempre tive muito mais habilidade para preparar pratos do que apreciá-los, mas vai-se a ver e sou obrigada a comer o que os outros comem, quando na verdade só me apetecem sopas e saladas, queijinhos frescos com compotas caseiras, só me apetecem coisas simples feitas em cinco minutos -  mas não as posso servir não vá o freguês passar fome ou sair daqui directo ao Mc. Donald´s mais perto. Por isso, eu juro que tento ter uma alimentação saudável e equilibrada, mas vejo-me a pecar todos os dias e a ser castigada pela balança – e a culpa é da balança que tem uma Hello Kitty anjo de um lado e uma Hello Kitty diabo do outro e eu nunca tive jeito para ser santa.

 

 

 

Beijinhos, La Bohemie.

3 comentários

comentar post