Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Bohemie

Heroes.

A estreia de "Heróis" está quase aí, mas parece que foi ontem o primeiro ensaio. Lembro-me de tudo. A sensação foi parecida com o meu primeiro dia de aulas na faculdade: o estômago às voltas, a garganta seca, os suores frios, o nervoso miudinho a circular por todo o meu corpo. Começámos este projecto ainda no Atelier Real, em Santos. Era tudo uma novidade. O encenador e também professor  de Interpretação, Philippe Leroux, deu-nos um mote e a partir do mesmo tivemos de escrever um guião com quatorze personagens, quatorze heróis. O pânico entrelaçou-se entre nós e surgiram dois longos meses de muito trabalho, esforço e dedicação. Ainda em Novembro era tudo uma novidade, a criação de personagens, de movimentos, acções e poderes. Era todo um mundo novo, um universo paralelo no qual podíamos ser o que quiséssemos. É essa a magia da representação, podemos ser quem quisermos. Foi um mês dedicado a muitas reuniões, encontros e desencontros. Dias produtivos, dias descontraídos, ilusões, discussões, ideias geniais, opiniões diversas, tentativas falhadas. Foi todo um processo de construção que nos fez crescer não só como actores, mas como escritores e, acima de tudo, amigos. O mês de Dezembro foi batalhado até ao último minuto para cumprirmos com a data de entrega do guião. Uma autêntica frustração. Não é fácil criar uma história com quatorze personagens, todas elas com um passado que interfere num presente e questiona um futuro. Quatorze histórias que têm de criar laços pessoais, interligações temporais e  mudanças espaciais. Não é como escrever um crónica ou um livro, porque nesses a nossa imaginação é infinita. Numa peça de teatro, apesar da imaginação é necessário pensar no rigor da realização, da encenação. E esse foi o nosso maior desafio, o de criar uma história irreal que seja possível tornar-se real. E vai. E é já amanhã que nasce em palco o nosso trabalho, o nosso empenho, o nosso esforço e dedicação.

Heróis - "Os super-heróis poderão estar em perigo caso se cumpra o plano da escriba para os destruir, tornando-se na mais poderosa do Mundo. Mas se os heróis morrerem, que esperanças restarão aos Homens?"

 

 

 

Sinopse - "Morgana, a escriba, convocou todos os heróis, para se confrontarem, num mundo que só ela conhece... com o desejo de provar a Kaira, sua irmã, que é a mais poderosa do Mundo. Para isso será necessário levar à morte e destruição de seres com forças sobrenaturais. Conseguirá alcançar o seu objectivo ou um poder maior avassalará o seu plano? Duas questões se levantam como poeira num deserto: Como ficará o mundo depois destas batalhas, se os heróis forem morrendo, e que esperanças restam para os homens?"

Trata-se da trama na base da nova peça "Heróis", cuja antestreia é já amanhã, no Teatro da Luz, em Lisboa. A peça, que conta com um elenco de 14 atores, tem encenação de Phillipe Leroux e pode ser vista de 2 a 25 de fevereiro, de 5ª a sábado, pelas 21h30.

 

 

Produzido por: Formação Teatral

Texto: Criação colectiva

Encenação: Phillipe Leroux

Elenco: Alexandra Pereira| Ana CatarinaSantos| Ana de Jesus| André Delgado|Carina Paquete| Catarina Santana| ErikaSaet| Mafalda S.| Marta Correia|Mónica Martins| Rafaela Santos| RitaViegas| Rute Franco| Telma Bicho

Local: Teatro da Luz

Antestreia: 1 de fevereiro, pelas 21h30

Estreia: 02 de fevereiro, pelas 21h30

De 02 a 25 de fevereiro, de 5ª a sábado, pelas 21h30

Preço do Bilhete: 7,5€

 

 

Apareçam e façam parte deste nosso projecto.

 

 

Beijinhos, La Bohemie.

1 comentário

comentar post