Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

My Green Surprise.

Ele há coisas... Uma pessoa chega a casa estoirada, com dores nos pés, dores na alma e no coração, com uma neura daquelas por causa da chuva que teima em fazer chorar a calçada e só deseja beber um chocolate quente e deitar-se no sofá. Nem tive tempo de tirar os sapatos molhados quando tocam à campainha. Se há coisa que me irrita é que passem a vida a encher-me a caixa do correio com anúncios de comida de fast food que eu não gosto de comer e de contas que eu não gosto de pagar. Mas quando oiço a campainha de minha casa o assunto é sério... algum senhor perdeu-se no segundo andar e precisa muito de saber onde fica o terceiro e, como eu até sou uma rapariga simpática, lá faço o esforço de abrir a porta. Aparece-me uma senhora com um enorme ramos de flores.

 

- Boa tarde menina, sabe onde vive a Mafalda Saraiva?

- Sim, vivo aqui mesmo. Sorri. (juro que por momentos fiquei com medo da minha resposta e tudo porque vejo novelas a mais porque há dias a Inês dos Laços de Sangue foi raptada quando lhe levaram flores a casa... LOL)

- Estou farta de tocar na campainha de lá de baixo e foi a senhora do rés-chão que abriu....

 

Ainda pensei em responder mas não me apeteceu explicar os meus dilemas com os anúncios de comida de fast food que não gosto de comer e de contas que não gosto de pagar...

 

-  Estas flores são para si.

- São para mim, como assim?

 

Ohhh Mafalda, mas que raio de pergunta... como assim? Queres que a senhora te faça um desenho? Ohhh rapariga eu sei que tu nunca recebeste flores entregues em casa, mas "como assim?"... realmente a senhora não tinha grandes explicações.

 

- Sim, menina, são para si... não esteve doente?

-  Doente? Sim, estive, mas como é que a senhora sabe que eu esti...

 

A senhora já nem teve paciência para me aturar e mandou-me ler o cartão, caso não fosse eu deitar as flores fora.

"Muita força e beijos grandes, Tomás Pires".

 

Não vos sei explicar mas fiquei parada no hall da entrada a chorar... de felicidade é certo, mas uma coisa é eu ver a Carrie a receber um ramo de flores enorme do Big porque vão casar e são o casal mais apaixonado da televisão, outra coisa é eu receber um ramo de flores brancas enorme do meu melhor amigo que está em Moçambique. Não estou habituada a estas coisas, o que é que querem? Chamem-me loira, chamem-me tapadinha, chamem-me o que quiserem mas o Tomás apenas soube que fui operada ontem. Sim, ONTEM quando publiquei o texto aqui no blogue e HOJE recebo um ramo de flores liiindo. E de repente tive assim um montão de saudades e vontade de partilhar este momento convosco. Porque se já tive um Green Day, recebi uma Green Surprise. E agora já tenho as minhas flores na minha mesa de jantar (:

 

usar1.jpg

usar2.jpg

 

Beijinhos, La Bohemie.