Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

La Bohemie

Pequena Nô

Pequena Leonor,

 

Já gostava da tua Mãe mesmo antes de a conhecer pessoalmente. O Twitter uniu-nos de tal forma que naquela tarde, quando a vi, quando soube que era ela, fiz uma festa do tamanho do seu sorriso. Também conheci o teu pai e desde logo soube que iam ser uns pais exemplares. O amor que os unia sentia-se mesmo sem se tocar, percebia-se mesmo sem se ver. A tua Mãe engravidou na mesma altura em que eu fui operada e foi precisamente a sua felicidade que atenuou o meu sofrimento, foste tu que me fizeste acreditar que um dia poderia ser uma Mãe tão dedicada como a tua, foste tu que me deste força e esperança para realizar um dia o meu maior sonho. E por isso mesmo sem te conhecer já gostava de ti. Todos nós, a tua família, começou a gostar de ti. Fiquei tão feliz quando soube que eras uma menina... passava o tempo todo a falar de vestidos com a tua Mãe, o teu pai escrevia diariamente no blogue e nós acompanhámos o teu desenvolvimento. Nunca desististe, mas tiveste tanta pressa de viver. Nunca desististe e nós nunca desistimos de ti. Nasceste tão cedo e tão pequenina, mas o teu amor foi enorme. Nunca te conheci, mas vou gostar sempre de ti porque deste-me esperança, deste-me coragem. Deste-nos tudo o que conseguiste dar. Foste uma verdadeira lutadora e essa é maior gratidão que pudeste deixar. 

Nunca te esquecerei, pequena Nô.

 

Beijinhos, La Bohemie.