Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

A ida ao veterinário.

Coisas que uma pessoa aprende num veterinário:

 

- Os estafetas são pessoas muito prestáveis, além de nos indicarem o caminho dentro da própria clínica, ainda sabem a nossa morada. Estava eu muito sossegada no meu canto a dar à secretária todas as informações para que pudesse fazer a ficha da Matilde, quando me apercebo que me tinha enganado na morada. Sabia que faltava uma palavra, mas não me lembrava qual - obrigadinha às pessoas que inventaram ruas com seis nomes - quando o estafeta se sai com a seguinte frase «Falta a palavra Fortunato, depois do Frei. Isso é ali nas Olaias, mesmo ao lado da garagem, não é?» Acho que não ficava de boca aberta há muito tempo, mas percebi que os estafetas são piores do que as idosas que sabem de cor os números de todas as carreiras de autocarros e deviam pensar seriamente aspirar a taxistas.

 

 

- Se existe aquela ideia de que quando estamos grávidas, parece que todas as mulheres decidiram ficar grávidas; se temos um cão só reparamos em pessoas a passear cães; quando temos um gato, todo o mundo quer a vida que um gato tem. Ainda tinha a transportadora da gata em cima do balcão quando começam a entrar pessoas e as reacções foram as seguintes:

 

«Ahhh temos aqui uma Matilde toda linda. Isto é traçado de Siamês com... Persa, não é? Parece-me por causa do pêlo, mas a doutora já lhe confirma.»

«Oh meu Deus, que coisa tão pequenina. É gato ou gata? Que raça é? Tem irmãos? Tem os olhos tão azuis.»

«Ohhh tão pequenina... como se chama?»

«Ahhhh que amor, é tão pequenina. Eu também tenho um gato, mas é grande. A outra foi encontrada na rua e também era assim como a sua, tinha olhos azuis e tudo.»

«Olha, olha (dizem o primeiro casal, enquanto vêem um livro que estava no balcão, como se fosse um catálogo com gatos da Autumn Season) a tua gata é esta!!! É igual, toda branca, com as patas e a cauda cinzenta, e tem os olhos azuis. Oh meu Deus é mesmo querida.»  E bla bla bla wiskas saquetas. Gata sou eu e ninguém me faz perguntas sobre mim porquê? Sonsa da Matilde que agora tem as atenções todas.

 

 

- Se eu sempre me relacionei mais com cães por causa das alergias, numa primeira consulta fiquei a saber tudo sobre gatos. Foi tanta a informação que a doutora me passou que quase devia merecer equivalência a Medicina Veterinária. Se me quiserem oferecer um Moleskine edição para gatos, estão à vontade. Gosto de ter tudo organizado e a partir de agora tenho datas para medicamentos e vacinas e desparasitações e sei lá eu mais o quê. 

 

- Os gatos bebés são pesados numa balança igual à que eu peso a farinha e o açúcar para fazer bolos. Com a quantidade de vezes que a Matilde se esconde na despensa, tenho para mim que qualquer dia faço bolo de framboesa siamesa.

 

 

- A pequena Matilde portou-se lindamente na primeira consulta, é uma mimada de primeira e é das melhores coisas que me apareceu na vida. Ouvi dizer que o Millennium Bcp tem um seguro de saúde para animais - Pétis (?) - alguém conhece? Recomendam?

 

Beijinhos, La Bohemie.