Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

Manias!

Que mania que os idosos têm de ter sempre razão. Ou acharem que a têm...

Vivo nesta casa há quase três anos e nunca tive uma avença com os meus vizinhos, até pelo contrário. Sempre me deixaram fazer jantaradas com uma tribo de quinze mulheres e cantar singstar às cinco da manhã sem uma única reclamação. O vizinho de cima viu-me duas vezes e ofereceu-me um guarda-vestidos lindo, o vizinho do lado guardou-se sempre as encomendas dos correios em troca de eu verificar se a mulher ainda estava viva sempre que chegava a casa e se a vizinha de baixo é de poucas palavras, os vizinhos do rés-do-chão não se calam! Velhos, chatos e resmungões. Uma vez pediram-me para eu estender a roupa apenas à noite pois molhava-lhes o quintal. Torci o nariz porque as únicas horas livres do meu dia eram precisamente quando chegava do Mestrado para almoçar e depois só chegava dos ensaios de teatro à meia-noite e estender a roupa de madrugada não era propriamente o meu objectivo de vida. Comecei a ter ajuda para as lides domésticas e não me ralei mais com o assunto. Ora hoje, a dois dias de mudar de casa, fiz duas máquinas de toalhas e tapetes para ser tudo arrumado. Esperei que fossem 20h30 (que isto agora anoitece mais tarde) para estender a roupa e o raio dos dois vizinhos do rés-do-chão lembraram-se de a estender também. Nem me preocupei, já era de noite e estava a cumprir com o combinado.

 

VE - Ai, caraças.

VD - Então, que se passou?

VE - Esta gente não sabe torcer a roupa e caiu-me uma pinga em cima.

VD - Francamente, já não há respeito. A minha roupa está a pingar, mas eu vivo cá em baixo e tenho toldo, mas as pessoas que vivem nos andares de cima deviam ter cuidado.

 

Eu, que sempre os ignorei, passei-me dos carretes. Que mania de falarem de toda a gente como se ninguém os ouvisse.

 

Eu - Desculpe, mas há algum problema?

VE - Haver, há. Estendeu a sua roupa toda molhada e eu que vim estender a minha, estou a levar com pingas em cima.

Eu - Pois, é normal, a roupa está molhada e quando a roupa está molhada, pinga.

VD - Mas devia secá-la na máquina primeiro.

Eu - Se me quiser oferecer a sua reforma para eu comprar uma máquina de secar, eu não me importo. Mas só tenho máquina de lavar. E o estendal serve para estender a roupa precisamente para ela secar.

VE - Então devia torcê-la dentro de casa e depois é que a estende.

Eu - Peço imensa desculpa, mas eu não tenho o seu tamanho e não consigo espremer mais as toalhas e os tapetes que já torceram duas vezes na máquina.

VE - E não tem um estendal dentro de casa?

Eu - Por acaso até tenho, mas também tenho estendal cá fora que serve para estender, veja bem, a roupa! E que eu saiba combinámos que EU estendia a roupa de noite. Não me vai dizer que só a posso estender quando os meus caros senhores forem dormir, pois não?

VD - Ai que eu vou ter de ligar ao senhor José (dono do prédio inteiro) que isto assim não pode ser.

Eu - Acho que faz muito bem, e aproveite para lhe dizer que a vizinha do segundo direito vai sair cá de casa no sábado e que ele devia dignar-se a vir buscar as chaves da casa, que é dele. Boa noite.

 

Beijinhos, La Bohemie.