Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

Cai neve em Nova Iorque.


- Tens apanhado sol?

- Se tenho apanhado sol? Nem por isso, mas fui à praia no outro fim-de-semana quando estive no Algarve. Até me queimei um bocadinho.

- Acho que fazes uma má utilização do sol.

- Como assim?

- Expões-te demasiado ao sol e isso faz-te mal.

- Oh. Eu qualquer dia morro mas é de estupidez.

- Oh nada. Isso faz-te mal e ficas com a pele velha. E depois ficas feia. As mulheres não gostam de ficar feias. Lembras-te da Lili Caneças antes de fazer as plásticas? Era velha e tinha a pele feia. Queres ficar como ela?

 

 

Há anos que oiço sermões de manhã à noite dos meus pais por causa do excesso de sol. Ouvia e calava e fiquei muitas vezes de castigo por parecer um camarão chorriscado. Tenho a pele tão clara que ainda hoje invejo as miúdas que se deitam uma hora ao sol e ficam com a pele mais bronzeada do que castanhas assadas. Mas pela primeira vez na vida tocaram-me bem lá fundinho do meu interior, até fiquei emocionada. Ter um homem à minha frente a perguntar-me se quero ficar feia com a pele velha deixou-me a matutar neste assunto. Verdade, verdadinha. Dizem que a velhice das pessoas vê-se na mãos e há dois dias que não paro de olhar para as minhas. Estão velhas. São feias. Nunca gostei das minhas mãos nem enfiadas em luvas de inverno. Talvez seja o meu fim. Talvez chegue mesmo aos vinte cinco anos acabada, feia e velha. Raios partam o sol.

 

 

Entretanto, cai neve em Nova Iorque. Na Guarda, perdão.

 

Beijinhos, La Bohemie.