Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

La Bohemie

Receita #8 Frango com molho de soja, mel e limão e pimentos salteados.

 

Quando se vive sozinho a ideia de cozinhar passa muito por atirar para a panela ou wok um bocadinho de tudo o que nos aparece à frente. Falando por mim, não passo os dias a fazer listas do que me falta na cozinha, nem faço tabelas de refeições semanais. Faço as compras mensais que passam por trazer tudo o que é preciso e não é preciso - carnes, massas, enlatados, frescos, frutas e legumes - e depois logo se vê. A diferença da minha mãe fazer uma panela de arroz de marisco em casa dela e eu fazer a mesma panela na minha, é que uma dá para uma refeição para cinco ou seis pessoas e a outra dá para passar uma semana a comer arroz todos os dias, por isso recorro muito aos tupperwares e vou acumulando refeições no congelador. O mesmo acontece muitas vezes com os legumes, ou faço panelas de sopa e congelo tudo ou tenho de ir ao mercado de Arroios todos os dias comprar legumes frescos. Vai sonhando Mafalda Sofia, vai sonhando.

Esta receita deve certamente existir, uma vez que não faço experiências alucinadas na cozinha, nem invento pratos. Basicamente, só cozinho o que aprendi ao longo dos anos em casa da minha Mãe e depois vou alterando um ou outro condimento, junto um ou outro ingrediente que esteja perdido no frigorífico ou nos armários. Mas não passa disso. Muitas pessoas têm-me pedido esta receita no Twitter e, muito sinceramente, não tem grande ciência. Além do frango e dos pimentos, atirei-lhes para cima mel (que detesto com todas as minhas forças, mas segundo a minha professor de voz é remédio santo para as cordas vocais e está arrumado na prateleira, o coitado), molho de soja (que comprei uma vez para uma sushizada cá em casa) e limão (que devia ser utilizado mais vezes no chá e serve para decorar a fruteira). Mas histórias à parte, é uma receita que sabe maravilhas.

 

 

 

Ingredientes:

 

Frango

 

- Dois peitos de frango (já sabem que as quantidades variam consoante o número de pessoas).

- Duas folhas de louro.

- Dois dentes de alho.

- Molho de soja, pimenta preta e noz-moscada q.b.

 

Molho

 

- Uma chávena de sumo de limão.

- Duas colheres de sopa de mel.

- Alecrim ou ervas aromáticas e sal q.b.

 

Acompanhamento

 

- Um pimento vermelho.

- Um pimento verde.

- Um pimento amarelo.

- Uma cebola.

- Arroz, massa ou batatas. 

 

 

Preparação:

 

Molho

 

- Espremer os limões para uma chávena de chá e juntar ao sumo as ervas aromáticas ou o alecrim.

- Levar o preparado ao lume num tacho ou frigideira e deixar ferver até começar a engrossar, mexendo de vez em quando. Provar e rectificar os temperos.

 

Frango

 

- Cortar os peitos de frango em cubos, temperá-los com o alho picado e as folhas de louro, a pimenta e a noz-moscada a gosto e o molho de soja.

- Deixar o frango a marinar durante 30 minutos no frigorífico. (A minha mãe costuma dizer que há carne que só ganham sabor se ficarem a marinar, mas eu passo sempre esta parte porque faço o jantar muito tarde e fica bom na mesma)

- Num wok ou uma frigideira antiaderente, colocar um fio de azeite e deixar aquecer. Adicionar à frigideira o frango e a marinada e mexer até o frango ficar cozinhado e a marinada evaporar.

- Juntar o preparado do molho e servir.

 

Acompanhamento

 

- Lavar os pimentos, retirar todas as sementes e cortá-los em fatias finas.

- Cortar a cebola também em fatias finas.

- Aquecer muito bem a frigideira ou wok, adicionar um fio de azeite e juntar os pimentos com a cebola. É importante que o lume esteja forte para que os pimentos sejam salteados e não cozam na própria água que libertam.

 

Dica: Os pimentos podem ser envolvidos com o frango ou servidos à parte com o arroz.

 

Nunca fui muito disciplinada a explicar receitas porque no fundo, e repito, só cozinho pratos que me lembro de comer em casa da minha mãe ou num programa de culinária e nunca liguei demasiado às medidas. Sei mais ou menos como se prepara, e depois faço tudo a olho e provo muito até acertar nos temperos. Acho que o verdadeiro segredo numa cozinha é provar tudo antes de servir. O que para mim pode estar bem temperado, para o vizinho do lado pode faltar sal ou pimenta. Tudo depende do gosto de cada um, por isso gosto de ir alterando sabores em todas as receitas. Espero que gostem desta.

 

Beijinhos, La Bohemie.