Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Bohemie

The First.

10687146_980534778629214_428524477242576545_n

 

 

O que é que se diz num primeiro post? Tantas são as ideias que por vezes falta a imaginação. Tantas são as palavras que falha a coexão.

Sem rimas nem metáforas, a campainha tocou. Os primeiros raios de sol começavam a iluminar o meu quarto. Quem me mandou morar num segundo andar em que o sol nasce primeiro do que em  todo o resto da cidade? Entraste, deste-me a Canon G12. Falaste mas pouco ou nada me lembro. Fechei a porta, pousei a máquina no meu quarto e dormi. Um hora, mas pareceu uma eternidade. Fui ao escritório buscar o meu portátil e encontrei três barras de chocolate. Sorri mas não comi. Bebi um café e senti o peso na cabeça. Não foi um sonho. O telefone tocou, tomei um banho e era, finalmente, dia.

Sentei-me na poltrona e pensei no que escrever. As mãos tremeram, o cérebro gelou e a garganta secou. Nada tinha para vos escrever. Nada. Como um copo vazio. A perfeição não existe, nem nos computadores. Tens de ser clara, direta e incisiva, pensei eu. Nada. Mas a originalidade está na partilha, mesmo quando nos cansamos de dar.

Passeei pela Baixa de Lisboa em busca de inspiração. A melhor forma para usufruir da beleza e tomar consciência dela é observá-la e registá-la, e para isso não é preciso talento.

Foi já no final do dia que consegui olhar para a objectiva da Canon G12, comer um pedaço de chocolate e escrever. O quê? Talvez nada. Mas as palavras surgiram e marcaram a originalidade. E aqui começa esta minha aventura pelo mundo. Das palavras, da fotografia e da moda. Moda? "Percebes lá tu de moda", disse-me uma vez. Não sei mas faz de conta.

 

 

Beijinhos, La Bohemie.

12 comentários

comentar post

Pág. 1/2